Matéria Prima e Processo de Fabricação

As matérias primas usadas nas porcelanas Herend são:

 

Caulim, feldspato, e quartzo, sendo os dois últimos os responsáveis pela translucência da porcelana. Visto que tais materiais não podem ser encontrados nas proximidades da fábrica, eles são importados de Limoges, na França. O segredo da Herend está na composição da pasta, que permite tornar a porcelana ainda mais fina, branca, leve e delicada.

 

Como funciona o sistema de Mestre-Artesão na Herend?

 

Adotado pela primeira vez na cidade alemã de Nuremberg, no século XV, o sistema de classificação de artesãos era utilizado no treinamento deMestre-Artesão. Durante a Revolução Industrial, no século XIX, o sistema foi abandonado na maior parte dos países. Na Herend, porém, esta tradição medieval foi mantida e até hoje é usada para o treinamento dos talentosos “herdeiros” dessa técnica, bem como para salvaguardar a tecnologia tradicional.

 

Mestre-Pintor

 

Para obter o título de Mestre-Pintor, é necessário fazer um curso de três anos na escola vocacional da fábrica, ter anos de prática e passar na prova de “mestre”.

 
Candidatos a Mestre-Pintor

 

Os pintores que se destacam por seu talento e por suas obras, recebem o título de Mestre-Pintor e, com ele, o direito de assinar as peças trabalhadas. Candidatos a Mestre-Pintor produzem objetos únicos, que demandam enorme habilidade e experiência.

 

Mestre-Ceramista

 

Assim como ocorre com os pintores, os ceramistas também precisam passar por um exame profissional, antes de receberem o título deMestre-Ceramista. Eles precisam ter domínio sobre todas as técnicas, tanto teóricas quanto práticas: modelagem por pressão, modelagem em torno, colagem (louças de jantar e chá, objetos decorativos, estátuas), modelagem manual (confecção de flores), peças vazadas (cestas), trançado.

Principais atividades dos ceramistas:

 

 

Modelagem manual

 

(confecção de flores)Confecção de rosas, cravos e todo tipo de flor, folha e caule. Ótimo exemplo disso são os botões de rosa em tampas de bules de chá ou café, feitos com algumas pétalas modeladas por ceramistas experientes em poucos segundos.

 

Modelagem por pressão

 

Dentre todas as técnicas, esta é a mais antiga. A pasta é jogada manualmente em um molde de gesso (negativo), prensada e depois removida. Esta técnica é usada para confeccionar frutas, por exemplo.

 

Cestas trançadas

 

Longas tiras de pasta, carinhosamente apelidadas de “espaguete”, são colocadas lado a lado num molde de gesso. A cesta trançada é extremamente elaborada e frágil: uma verdadeira jóia da Herend.

 

Peças vazadas

 

Com esse método, pequenas aberturas, ou janelas, são criadas com um objeto de duplo-corte na pasta já modelada, porém apenas parcialmente seca. Como a peça não está completamente seca e é muito frágil, seu manuseio requer extrema cautela. Algumas peças precisam de apenas 15 a 20 minutos para serem concluídas, enquanto outras podem necessitar de 24 horas ou mais, antes de poderem ser cortadas.

 

Duplo revestimento

 

Método frequentemente usado para peças tais como xícaras de chá. Para que os objetos vazados possam ser utilizados para fins práticos, um duplo revestimento é colocado em seu interior. As duas paredes são unidas antes da secagem. Obviamente, apenas a parede externa é vazada. A técnica exige muito cuidado, para que as partes cortadas não caiam entre as duas paredes de uma xícara. O aparelho de jantar Wales é um exemplo típico desse produto Herend de duplo revestimento.