Pintura

Todas as porcelanas Herend são pintadas a mão?

 

Sim. Sem exceções. A maior parte dos pintores da Herend aprende seu ofício na própria escola da fábrica. Após o curso de três anos, eles se especializam em diferentes estilos e padrões, dependendo de suas habilidades: figuras humanas, motivos Chineses e Japoneses, frutas e flores. Em cada departamento, o pintor se encarrega de um motivo do começo ao fim. O douramento é a exceção à regra, pois é realizado em etapa posterior, muitas vezes na oficina de douração. Quase todos os desenhos começam com o contorno feito com uma caneta de ponta metálica, para garantir que sejam todos do mesmo tamanho e forma, independente do pintor que os realize. Subsequentemente, os pintores preenchem com as tintas de diferentes cores.

Quantas vezes o produto é submetido à queima, após a pintura?

 

Dependendo do tipo de decoração, os produtos podem precisar de uma só queima, enquanto outros poderão requerer várias. Isso porque diferentes pinturas exigirão diferentes temperaturas. O processo começa com as pinturas que necessitam de temperaturas mais altas e é repetido tantas vezes quantas forem necessárias.

 

Quais os tipos de queima utilizados na Herend?

 

São os seguintes:

  • sobre-vidrado

Neste método, a superfície já queimada e vidrada é pintada e depois submetida a uma nova queima, a aproximadamente 820°C. Praticamente todos os motivos são realizados desta forma.

  • baixo-vidrado

Este método é semelhante ao sobre-vidrado, até o ponto em que a superfície já queimada e vidrada é pintada. No baixo-vidrado, porém, a temperatura da nova queima chega a 1250°C e, com isso, os pigmentos fundem-se ao vidrado. Este método é utilizado apenas para alguns desenhos.

Motivos decorativos

Mesmo desenhos aparentemente idênticos podem apresentar diferenças.

 

Como todos os itens são pintados à mão, pode haver pequenas variações. Exemplo disso é a cor das rosas nos puxadores, refletindo assim a personalidade de cada pintor. Em outras palavras, todas as peças Herend são únicas. Atenção especial é dedicada também ao controle de qualidade: o produto precisa atender a uma série de requisitos, antes de ser aprovado nas verificações. O Sistema de Garantia da Qualidade da Herend foi certificado pela ISO9001*, em 1994.* ISO9001 é uma certificação internacional de sistema de gestão e garantia da qualidade

 

Quantos são os motivos utilizados pela Herend?

 

Mais de mil. A descrição tecnológica, assim como os modelos para todos os desenhos são mantidos em arquivo. Porque os desenhos são tão variados?A Herend adquiriu o estilo da herança cultural Européia e isso se reflete claramente em seus desenhos, uma combinação entre a leveza Mediterrânea, a sofisticação Francesa, a robustez Alemã e a beleza simples, porém inteligente do estilo Habsburgo (Biedermeier). Os desenhos em estilo Chinês e Persa acrescentam originalidade, criando um estilo único que é a marca da Herend.

 

“Chinoiserie” é uma especialidade Herend?

 

A Chinoiserie teve início há muito tempo na Europa. O século XIX testemunhou o despertar do interesse pelo mundo além das fronteiras da Europa. A recém-inaugurada fábrica de Herend, não pôde senão deixar-se levar pelas tendências predominantes na época, mergulhando assim no mundo da Chinoiserie. Quem é o pequeno

 

Chinês na asa da xícara?

 

Nós o chamamos de mandarim, palavra chinesa usada para descrever um oficial do governo chinês. Não se sabe ao certo como surgiu; é provável que seja mais uma especialidade Herend. Poderíamos supor que, tendo visto muitos chineses nas Exposições Mundiais que frequentava, Mór Fischer decidiu incorporá-los jocosamente aos motivos de inspiração chinesa. As expressões divertidas dessas pequenas figuras sempre provocam um sorriso.